- Ache os Cursos e as Faculdades certas para você! Clique aqui!

- Bolsas de Estudo - são mais de 1.200 faculdades oferecendo descontos de até 75%! Saiba mais!

Versão para impressão     Enviar para um amigo    

Home : notícias

Como aumentar suas chances de aprovação no Sisu

18/01/2018


Se o Sisu é a porta de entrada para o Ensino Superior, a nota no Enem é a chave que abre esta porta. Neste ano, 130 instituições públicas de ensino oferecem quase 240 mil vagas via Sistema de Seleção Unificada - que, para quem não sabe, é o nome completo do Sisu. Essas instituições utilizam a nota obtida pelo candidato no Enem para selecionar quem entra e quem fica de fora.

A metáfora da porta e da chave cabe muito bem para explicar como se dá o ingresso via Sisu. Cada aluno que prestou Enem receberá no dia 18 de janeiro a sua própria chave, que nada mais é do que a nota no Exame Nacional do Ensino Médio. Com ela em mãos, a pergunta é “qual das 240 mil portas (vagas) essa chave (nota) abre?”

Nem todo mundo tem uma chave que abre uma porta. Entre aqueles que têm, muitos não fazem ideia de qual é a porta correta para a sua. Muitas vezes, a chave não abre a porta localizada na mesma cidade do estudante, por exemplo. Outras, não abre uma porta conhecida ou desejada. Mas entre tantas opções, uma delas pode ser aberta.

Quando o Sisu inicia o período de inscrição, é hora do candidato a estudante universitário colocar sua chave na fechadura para tentar abrir a porta. Se a escolha for aleatória, é provável que o período de inscrição se encerre sem que a porta se abra.

Mas existe uma forma de aumentar muito as chances de conseguir uma vaga com a chave (nota do Enem) que o candidato tem em mãos. O segredo é saber qual é a nota de corte do curso desejado em diversas instituições de ensino, ou seja, selecionar as portas que podem ser abertas pela chave obtida no Enem.

Por onde começar

O primeiro passo é pesquisar a nota de corte do curso desejado em diferentes instituições de ensino. As notas disponíveis agora são de anos anteriores, mas dão uma boa ideia de quanto é preciso ter tirado no Enem para conseguir uma vaga numa universidade pública. Quanto mais notas de corte forem conhecidas, mais chances de saber quais são as portas que podem ser abertas.

Essa pesquisa dá um trabalhão. Imagine pesquisar em cada uma das instituições de ensino a nota de corte para um determinado curso? Aqui vai uma dica fantástica. Vá até o Simulador de Notas de Corte do Quero Bolsa.
Com o Simulador de Notas de Corte Quero Bolsa, basta informar a nota obtida no Enem e o curso desejado e o site faz tudo.

Você pode fazer uma simulação, bastando informar a nota obtida no Enem, o curso desejado e a cidade onde mora. O simulador fará uma busca e indicará as instituições mais próximas onde a chance de aprovação é maior.

Se não houver nenhuma faculdade nas proximidades, ele indicará a possibilidade de aprovação em cursos por meio dos programas Prouni e Fies.

Se ainda assim não for possível ingressar no Ensino Superior, não se desespere, dá pra fazer uma busca por bolsas de estudo na sua região.

Encontrar bolsas de estudo

Mas lembre-se de que as chances de encontrar a “porta certa” aumentam de forma diretamente proporcional à disposição do candidato em deixar o conforto da casa dos pais para estudar longe da própria cidade. Se esse for o seu caso dá para adotar uma estratégia mais ativa.

Vá para a página www.querobolsa.com.br/sisu/notas-de-corte e selecione o curso de interesse.

O Simulador do Quero Bolsa vai mostrar as notas de corte em todas as instituições que oferecem vagas pelo Sisu onde o aluno pode se matricular.

Selecione aquelas cujas notas de corte sejam próximas da nota obtida no Enem.

Como se inscrever no Sisu para a faculdade com mais chances de entrar

A fase de inscrição no Sisu começa em 29 de janeiro e termina às 23h59 do dia 1º de fevereiro de 2018. Nesse momento é hora de usar a mesma estratégia dos estudantes norte-americanos. A técnica consiste em:

Coloque como 1ª opção: entre as faculdades dos sonhos, aquela com mais chances de ser aprovado.
Coloque como 2ª opção: uma instituição cuja nota de corte seja menor do que a nota obtida no Enem.

Por que fazer assim? Porque se por acaso a nota de corte da instituição dos sonhos baixar, o candidato vai estar com a chave certa na porta e aí é só entrar. Caso a nota obtida não seja suficiente para ingressar na faculdade dos sonhos, a segunda opção garante que o candidato não vai ficar de fora. Por isso que a palavra-chave é estratégia, baseada em planejamento prévio e uso da tecnologia do Simulador de Nota de Corte Quero Bolsa.

E não se esqueça: se no fim de tudo, nada parecer ter dado certo, não desanime. Consulte no simulador as notas e requisitos para ser admitido em faculdades particulares via Prouni ou Fies e, não se esqueça de buscar uma bolsa de estudo no site Quero Bolsa. Via de regra, quando o desconto da bolsa for maior do que 20%, vale mais a pena usar a bolsa do que optar pelo Fies.

por Rui Gonçalves





Versão para impressão     Enviar para um amigo